Pão pita

O melhor pão pita vegano e sem glúten que existe!

VeganoSem glúten
31 de Março de 2020

Fotografia por Bruna Serta

Sem dúvida, o pão pita é um dos meus pães preferidos. Quando morávamos na Alemanha, nos mercados turcos, tinha milhares de tipos de pães pita. E eram os melhores que eu já tinha comido na vida. Obviamente, eu comia antes do diagnóstico, depois eu nunca mais tinha comido. Até esta receita, que segundo o meu marido, ficou melhor que aqueles pães turcos que comíamos na Alemanha. E olha que ele é exigente.

O pão pita, também conhecido com pão sírio, geralmente é acompanhado de hommus, baba ghanoush. Dá para fazer como sanduíche Kebab ou falafel. Muito comum no oriente médio, turquia e nos países vizinhos.

Esta receita em especial, é feita com aquafaba, e acredito que, ela tenha sido essencial para a maciez e textura do pão. E o melhor, o pão é rápido de se fazer. Normalmente, as pessoas ficam com preguiça de fazer pão, porque é demorado e muito trabalhoso (ainda mais se for sem glúten). E o pão pita este é muito fácil.

Eu não substitui nenhum ingrediente para testar, se você for mudar a receita, me conte depois como ficou.

Receita

Pão pita


Por: Bruna Serta, 2020-03-31
Tempo de preparo: 60 minutos
Serve: 16

Ingredientes
Pão
  • 1 xícara farinha de arroz
  • 1 xícara farinha de arroz integral
  • 1/2 xícara polvilho doce
  • 1/2 xícara fécula de batata
  • 2 colheres de sopa polvilho azedo
  • 2 colheres de chá goma xantana
  • 1 colher de chá sal
  • 2 colheres de sopa melado
  • 1 colher de sopa biológico seco
  • 2 colheres de sopa azeite
  • 1/2 colher de chá bicarbonato de sódio + 1/4 colher de chá cremor tártaro (ou 1 colher de chá de fermento químico)
  • 1 xícara aquafaba
  • 1/2 xícara água

Instruções
Pão
  1. Bata na batedeira a aquafaba e o cremor tártaro até parecer uma clara em neve.
  2. Quando já estiver começando a parecer uma clara em neve, adicione uma colher de sopa de melado, e continue batendo. (uns 10-15 minutos).
  3. Misture o fermento biológico seco com a outra colher de sopa de melado. Adicione 1/4 xícara de água morna, espere 15 minutos para agir o fermento.
  4. Misture as farinhas, goma xantana, o sal, o bicarbonato e o cremor tártaro. Adicione o azeite e a esponja de fermento nas farinhas.
  5. Despeje aos poucos essa mistura na aquafaba e bata muito bem até incorporar. Se render pouca aquafaba, adicione mais água aos poucos.
  6. Fica uma massa muito fofinha e macia, levemente pegajosa. Deixe fermentar por 40 minutos.
  7. Separe a massa em 16 bolinhas. Polvilhe farinha na bancada e e abra cada uma delas, com ajuda de um rolo.
  8. Aqueça uma frigideira (se for necessário, unte) coloque os pães até dourarem (cerca de 2 min), e vire-os para dourarem o outro lado.

Notes
Dicas
  1. Adicione antes de começar a bater: 1/4 colher de chá de cremor tártaro, pois vai ajudar a dar mais estrutura para a espuma.
  2. Não abra muito a massa com o rolo, pois poderá ficar mais duro. Deixe fofinho.



...

Chef Bruna Serta

Olá, meu nome é Bruna Serta, sou Chef Pâtissière, recrio clássicos da confeitaria francesa em versões completamente veganas e sem glúten.